MANIFESTO DA DIRECÇÃO: Este blogue “www.sortesdegaiola.blogspot.com”, tem como objectivo primordial só noticiar, criticar ou elogiar, as situações que mais se distingam em corridas, ou os factos verdadeiramente importantes que digam respeito ao mundo dos toiros e do toureio, dos cavalos e da equitação, com total e absoluta liberdade de imprensa dos nossos amigos cronistas colaboradores.

quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Campo Pequeno - Balanço da temporada divulgado pela empresa.


Campo Pequeno: Confirmou-se a “Temporada única”


Três lotações esgotadas, duas enchentes e uma taxa de ocupação média da ordem dos 75 por cento são os grandes destaques da temporada de 2014 no Campo Pequeno, segundo um balanço hoje divulgado pela empresa.

As lotações esgotadas corresponderam às corridas de 15 de Maio, 5 de Junho e 4 de Setembro, passo que as casas cheias, próximas também da “Lotação Esgotada”, ocorreram nos dias 24 de Julho e 2 de Outubro.
As duas maiores figuras mundiais do toureio equestre, Pablo Hermoso de Mendoza e Diego Ventura ficam associados às lotações esgotadas, enquanto a segunda apresentação de Ventura e a Corrida e Gala à Antiga Portuguesa ficam associadas a duas fortíssimas entradas de público.

Na temporada agora finda, composta por 10 corridas de toiros e uma novilhada, anunciada em Março como “Temporada Única”, verificou-se uma significativa recuperação de público relativamente a 2013, com um crescimento da ordem dos 20 por cento.

Para além das já referidas figuras internacionais do toureio a cavalo, actuaram na Monumental de Lisboa as maiores figuras do panorama nacional, os mais prestigiados grupos de forcados e foram lidados toiros das mais conceituadas ganadarias portuguesas.

Foram concedidas duas alternativas de cavaleiro: ao colombiano Jacobo Botero e ao português Miguel Moura, tendo ainda Tomás Pinto confirmado a sua alternativa.

A temporada ficou também marcada pelas homenagens ao Ganadero Mário Vinhas e ao Grupo de Forcados Amadores de Montemor, pela comemoração das suas Bodas de Diamante, ambas na corrida de 2 de Outubro. Outro facto marcante foi a corrida em que o Grupo de Forcados Amadores de Lisboa pegou seis toiros (7 de Agosto), na comemoração ao seu septuagésimo aniversário.

No âmbito da divulgação do espaço taurino do Campo Pequeno, foram retomadas, com assinalável êxito, as visitas à praça, sendo permitido o acesso a várias dependências, foram recolocadas, após restauro, mais placas comemorativas no átrio principal do edifício.

Foi retomado o projecto do Museu Tauromáquico do Campo Pequeno, que brevemente conhecerá novos desenvolvimentos.

A RTP transmitiu do Campo Pequeno as corridas de 3 de Julho (Comemorativa dos 50 anos das Corridas TV) e a tradicional Corrida de Gala à Antiga Portuguesa, realizada a 2 de Outubro.

A anteceder a corrida de 10 de Julho, exibiu-se Reprise a Cavalo da Guarda Nacional Republicana.

Atenção malta nova - Kit para levar prá GOLEGÃ...

Aproxima-se a golegã e por isso é hora de

preparar a moxila para que nada falte..


Mascarilha Fato Caixa de Preservativos XXL - 05785ON

RAPAZES:

2  pares de Tenis

5 pares de meias

4  T- shirts

2  Sweet shists ou duas camisolas de Rugby

Escova e pasta dos dentes

30 euros em liquido porque as c. Multibanco estão sempre secas

1 Caixa de mentol pró mau hálito

2 caixas de preservativos para si e para um amigo esquecido

7 Embalagens de lenços de papel que numa falta servem de papel higiénico

4 cuecas

1 Embalagem de "guronsam" e outra de "Aspirina"

Toalha de rosto que limpa a cara o cú e o mais que for preciso

1 saco cama

Carregador do telefone

Cartão multibanco

RAPARIGAS:


Soutiens 


Tudo o que recomendamos para os rapazes e mais :

4 soutiens

1 embalagem de pilulas do dia seguinte 

1 embalagem de evax

OPCIONAL

Uma colher, uma lampada de alcool, 2 limões, uma palhinha, mortalhas, folhas de prata e mais nada porque o resto há lá... 


quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

O despir da jaqueta...

A tradição é o laço do passado com o presente que se projecta no futuro...


A tradição faz parte da história de um povo, porque é a continuidade dos costumes e de valores de um grupo social que se revela num conjunto de costumes, comportamentos, memórias que passam a fazer parte da cultura na circunstância em que se inserir.

Não concordo com as despedidas dos Forcados sem despirem a jaqueta. Se os matadores e bandarilheiros cortam a coleta, porque não despem os Forcados a Jaqueta ??? Eu sei que por vezes houve abusos de alguns que pouco ou nada foram, e que se despediram com pompa e circunstância, como se tivessem uma enorme história atrás, mas esse facto não devia levar a que os aficionados fossem privados de um cerimónia com história, que toca o sentimento e que faz prenhar o romantismo dos Forcados.
É bom não esquecer que um dos argumentos usados em defesa da "FESTA" é a tradição...

A propósito, termino citando uma quadra com que termina um poema da SRª. Dª. Maria Manuel Cid :

E no gesto em que abraça
Comovido a multidão
Despe a jaqueta na praça
Mas guarda-a no coração...

 

Mulheres tesas - Bolivia...

Toros - Bolivia...